top of page
  • Foto do escritorLeonardo S. Paduan

DESCUBRA A HISTÓRIA DA REGIÃO DE CANCUN: 3 SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS PARA VISITAR


Quando falamos de Cancun logo a primeira imagem na cabeça são as lindas praias e o mar azul claro, certo? Mas, a região da Riveira Maya, onde está localizada a famosa cidade mexicana, tem muito mais para ser explorado e conhecido. Com sua rica herança maia, a região oferece uma ampla gama de sítios arqueológicos que preservam a história e a tradição dos antigos habitantes da região.

Aqui estão três sítios arqueológicos incríveis que você não pode deixar de visitar durante sua estadia em Cancun:



1. Tulum:

As ruínas de Tulum é um dos sítios arqueológicos mais bem preservados da região de Cancun e é famoso por sua localização à beira-mar. Construído no período pós-clássico, por volta do século XIII, Tulum foi uma importante cidade fortificada que servia como um porto comercial para os maias. Hoje, os visitantes podem explorar as ruínas da cidade, incluindo a muralha que a protegia do mar, os templos e as casas de pedra.

 Templo do Deus do Vento nas Ruínas de Tulum - México
#Pracegover: Foto colorida. No canto esquerdo moro de pedras e uma parte de vegetação. No topo o Templo do Deus do Vento. No lado direito mar azul. Ao fundo céu azul claro com algumas nuvens. (Foto: Leonardo S. Paduan)
 

Informações adicionais:


  • Localização: A cerca de 130 km ao sul de Cancun, (cerca de 2h de viagem)

  • Horário de Funcionamento: das 8h às 17h todos os dias

  • Preço: 90 pesos mexicanos - valor de março de 2023.

  • Acessibilidade: O terreno acidentado dificulta a locomoção de pessoas com deficiência. Alguns espaços e passagens são bem curtos e estreitos, logo não é possível uma pessoa com deficiência com mobilidade reduzida transitar por todos os locais. Porém, algumas instalações, como rampas de acesso foram feitas para auxiliar na mobilidade. Obviamente, que ainda é necessário mais pontos serem adequados para garantir uma visitação segura a todos.

 

2. Cobá:

Cobá é outro sítio arqueológico importante que fica na selva da Península de Yucatán. A cidade foi uma importante metrópole maia durante o período clássico, com uma população estimada em cerca de 50.000 habitantes. Cobá é famosa por sua pirâmide alta, conhecida como Nohoch Mul, que oferece vistas espetaculares da selva circundante.


Cobá - Sitio arqueológico
Piramide do sitio arqueológico de Cobá (Foto: Leonardo S. Paduan)
 

Informações adicionais:

  • Localização: cerca de 160 km a sudoeste de Cancun (cerca de 2h de viagem)

  • Horário de Funcionamento: das 8h às 17h todos os dias

  • Preço: 90 pesos mexicanos - valor de março de 2023.

  • Acessibilidade: Possui áreas acessíveis para cadeiras de rodas e pessoas com mobilidade reduzida. Porém, pessoas com mobilidade reduzida não tem acessibilidade para subir a grande pirâmide.

 

Chichén Itzá:

Chichén Itzá é o sítio arqueológico mais famoso da região de Cancun e um dos mais importantes da civilização maia. O local que também é considerado uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno, foi construído no período clássico, por volta do século IX. Chichén Itzá foi uma cidade importante que servia como um centro político e religioso para os maias. Os visitantes podem explorar a Pirâmide de Kukulcán, o Templo dos Guerreiros, o Observatório e outros monumentos famosos da cidade.

Dicas para visitação: É recomendável chegar cedo para evitar multidões e aproveitar a vista mais tranquila dos locais. Além disso, é importante levar dinheiro em espécie, pois não há muitos caixas eletrônicos nas proximidades. Para uma experiência ainda mais autêntica, contrate um guia para mostrar os detalhes e curiosidades de cada sítio.
Dicas para visitação: É recomendável chegar cedo para evitar multidões e aproveitar a vista mais tranquila dos locais. Além disso, é importante levar dinheiro em espécie, pois não há muitos caixas eletrônicos nas proximidades. Para uma experiência ainda mais autêntica, contrate um guia para mostrar os detalhes e curiosidades de cada sítio. (Foto: Leonardo S. Paduan)
 

Informações adicionais:

  • Localização: Cerca de 200 km a oeste de Cancun. (cerca de 2h30 de viagem)

  • Horário de Funcionamento: das 8h às 17h todos os dias

  • Preço: Maiores de 13 anos: 614 pesos mexicanos - valor de março de 2023.

  • Acessibilidade: Possui áreas acessíveis para cadeiras de rodas e pessoas com mobilidade reduzida

 

Informações Gerais e Dicas:

Todos os três sítios arqueológicos é possível chegar de carro alugado ou por meio de passeios turísticos. Todos são possíveis de serem vistos em um bate volta de Cancun. Mas, você pode se hospedar nas cidades de Tulum e Cobá, se tiver interesse. Uma opção também é hospedar-se na cidade de Playa del Carmen que é um pouco mais perto desses sítios arqueológicos e outras atrações da região.

Dicas para visitação:

  • Horário: Se você for por conta é recomendável chegar cedo para evitar multidões e aproveitar a vista mais tranquila dos locais. Especialmente Tulum e Chichén Itzá são bastante cheias, já Cobá é um pouco mais tranquila a quantidade de pessoas.

  • Dinheiro: É importante levar dinheiro em espécie, pois não há muitos caixas eletrônicos nas proximidade.

  • Guia: Para uma experiência ainda mais autêntica, contrate um guia para mostrar os detalhes e curiosidades de cada sítio.

  • Respeite os limites: Os sítios arqueológicos tem limites e cercas construções não é permitido escalar. NÃO SEJA SEM NOÇÃO! Respeite e ajude a preservar o local.

  • Proteja-se do sol e calor: Use roupas leves, leve água para se hidratar e não esqueça do FILTRO SOLAR.

  • Roupa de Banho: Em Tulum e Chichén Itzá é importante levar roupa de banho, pois as ruinas de Tulum ficam a beira da praia e você pode dar um mergulho no mar, ou até fechar um passeio para fazer snorkeling. Em Chichén, normalmente os passeios guiados combinam com uma parada em um cenote (espécie de gruta) onde você pode mergulhar.

 


Posts recentes

Ver tudo

Comments


  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • instagram_PNG11
  • Tumblr Social Icon
  • Spotify Social Icon

REDES SOCIAIS

Foto: Abrindo a Cabeça logo
Foto Leonardo Spagiani Paduan
bottom of page