CATETINHO: UM TOUR PELA HISTÓRIA DO BRASIL


Brasília, a atual capital do Brasil, foi inaugurada em abril de 1960 pelo presidente Juscelino Kubitschek (JK). Enquanto, ocorriam as obras da construção do Distrito Federal, o Catetinho tornou-se a primeira residência oficial de JK na nova capital do país. A residência está situado às margens da rodovia BR-040, próximo às cidades de Santa Maria e Gama. Hoje, o espaço é um museu.


Fachada Catetinho

#Pracegover: Fachada do Catetinho. Prédio de 2 andares de madeira.

JK

Juscelino Kubitschek foi o 21º presidente do Brasil. Foi empossado em 31 de janeiro de 1956, e governou por cinco anos, até 31 de janeiro de 1961. Ele ficou conhecido pelo seu arrojado Plano de Metas e pelo seu slogan de "Cinquenta anos em cinco". O plano tinha metas distribuídas em cinco grandes grupos: energia, transportes, alimentação, indústria de base, educação e a meta principal ou meta-síntese: a construção de Brasília. A ideia de JK com a a construção da Nova Capital era possibilitar a integração de todas as regiões do Brasil. Além disto, proporcionar a geração de empregos, absorvendo o excedente de mão-de-obra da região Nordeste do Brasil e o estímulo ao desenvolvimento do interior, desafogando a economia saturada do Centro-Sul do país.


Estátua de Juscelino Kubitschek

#Pracegover: Foto de uma Estátua do Presidente Juscelino Kubitscheck. Ao fundo algumas árvores.

O CATETINHO

O nome é uma referência a então residência oficial do presidente, o Palácio do Catete (RJ). A construção foi projetada por Oscar Niemeyer. O prédio simples de dois andares foi construído em apenas 10 dias, em novembro de 1956. O prédio foi construído para ser residência temporária do presidente JK durante a construção de Brasília, até que o Palácio da Alvorada ficasse pronto. O Catetinho foi feito todo de madeira, o que rendeu o apelido de "Palácio de Tabuas". A residência foi planejada sem conforto ou honras oficiais, para que o Presidente não se distanciasse dos trabalhadores, que viviam em barracos e tendas. No acervo do Museu do Catetinho