(+18) AMSTERDÃ: MUSEU DO SEXO


No dia 06 de setembro é comemorado o "Dia do Sexo". A escolha desta data é uma brincadeira numérica (06/09) de duplo sentido, que remete a uma posição sexual, popularmente, conhecida por “69”. Para celebrar essa data, vamos conhecer o Museu do Sexo (SexMuseum), localizado em Amsterdã (Holanda).

O TEMPLO DE VÊNUS

O Museu do Sexo, é conhecido como o Templo de Vênus (VenusTempel), a deusa do amor na mitologia romana. O museu foi inaugurado em 1985. Nos últimos anos tem se tornado muito popular, sendo que é atualmente um dos museus mais visitados da Holanda . O Templo de Vênus encontra-se na região central de Amsterdã e uma dos locais mais movimentados da cidade, a R. Damrak.


#Pracegover: Foto No centro homem na frente do Museu do Sexo. Na parte superior na fachada do Museu escrito "SexMuseum" Venus Tempel.

O museu apresenta uma extensa coleção de fotos, gravuras, pinturas e artefatos que permitem aos visitantes explorar a evolução da sexualidade humana ao longo dos tempos. As exposições do Museu buscam ensinar sobre a história do sexo e como essa temática foi explorada e tratada ao longo dos séculos em diferentes civilizações.


#Pracegover: Foto de mural de fotos em preto e branco de mulheres com lingerie e pin-ups.

O museu apresenta um acervo bem vasto de material relacionado a temática sexual. Além disso, o Templo de Vênus trata o Sexo, como de fato deveria ser tratado, como a coisa mais natural do mundo (inclusive este é o lema do museu). O acervo do museu é dividido em várias salas espalhadas dentro de um grande casarão, conectadas por corredores e escadas. O espaço apresenta alguns bonecos e estátuas de homens e mulheres nus, ou semi-nus, ou propriamente fazendo o ato sexual.

#Pracegover: 2 fotos. Na esquerda uma foto de 2 bonecos. Na esquerda um boneco "fotografo" tirando foto de uma mulher nua deitada em um sofá. No canto direito um boneco de uma mulher nua de pé. No canto direito dela um quadro e um desenho na parede, escrito ao lado Jane Avril.

O ambiente é repleto de objetos em formato de órgãos sexuais masculino e feminino (como, por exemplo, a imagem abaixo). Portanto, se você é uma pessoa cheia de pudores, talvez você poderia ficar impactada(o) com o acervo, ou quebrar alguns paradigmas e começar a tratar de sexualidade e de sexo como algo natural ao ser humano.

#Pracegover: 2 fotos. Na esquerda a foto de bolos eroticos. Na esquerda, o bolo o desenho em "alto relevo" de um homem nu. O bolo da direita em formato de um coração com a imagem de um pênis e escrito "make a wish and blow donna". Na foto da direita alguns 3 bancos e nas laterais dois objetos grandes em formato de um pênis.

Porém, o museu não é apenas um conjunto de objetos e imagens pornográficas. A exposição conta também com objetos como cintos de castidade de séculos passados, e outros objetos que são importantes para o entendimento da evolução do sexo na história.


#Pracegover: Foto de 2 cintos de castidade de ferro.

Amsterdam é muito conhecida pelo Red Light (bairro famoso por ser uma zona de prostituição), logo o museu não poderia deixar de ter uma sessão dedicada ao local. Nesta parte tem algumas cabines representando as casas do Red Light, com bonecos de homens e mulheres nus e representando algum ato de cunho sexual.


#Pracegover: Foto colorida em baixo uma porta e na parte superior escrito em um letreiro de neon "Red Light District"

COMO CHEGAR?

O Sex Museum fica localizado na rua Damrak, 18. Bem próximo da estação Central de metrô de Amsterdam. Então, essa é a melhor opção para chegar até o museu. Porém, o local é bem próximo de uma região com vários hostels e hotéis, então pode ser que seja uma opção ir a pé, até mesmo porque Amsterdam é uma cidade muito boa e convidativa para caminhar, ou até andar de bike.


#Pracegover: Mapa da região do Museu. Com destaque para o Sex Museum.

INFORMAÇÕES GERAIS:

  • HORÁRIO: Aberto diariamente das 9h30 às 23h30. RESTRIÇÃO: apenas para maiores de 16 anos.

  • PREÇO: 4 euros

  • ACESSIBILIDADE: Infelizmente, o local não é acessível. São muitas escadas e desníveis, dificultando o acesso para pessoas com deficiência que tenham mobilidade reduzida. Também faltam estruturas para contemplar pessoas com deficiência auditiva e visual.

  • O QUE VER POR PERTO? Caminhando pela própria rua Damrak, (sentido contrário da Estação Central), chega-se na Dam Square, (uma das principais praças da cidade), assim como no Palácio Real de Amsterdam e no Museu Madame Tussauds (Museu de Cera).

#Holanda #museus #Europa

CONHEÇA HUARAZ

O PARAÍSO NATURAL PERUANO

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • instagram_PNG11
  • Tumblr Social Icon
  • Spotify Social Icon

REDES SOCIAIS

Foto: Abrindo a Cabeça logo
Foto Leonardo Spagiani Paduan

ABRINDO A CABEÇA

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round

DICAS DE VIAGEM, CULTURA, CURIOSIDADE DE DESTINOS TURÍSTICOS, HISTÓRIAS DE MOCHILÃO E MUITO MAIS