VALE A PENA FAZER FREE WALKING TOUR?


Você já ouviu falar de Free Walking Tour? É simples, é basicamente isso mesmo um passeio a pé de "graça", que no final você pode contribuir com uma gorjeta para o seu guia. A modalidade de passeios guiados de cunho turístico que são realizados a pé, tem crescido bastante e tem se tornado comum em diversas cidades do mundo. O movimento surgiu no ínicio do século XXI em Berlim.


Berlim Gendarmenmarkt - Free Walking Tour

#Pracegover: Foto Berlim da Gendarmenmarkt - Praça com 2 catedrais. Uma no fundo a direita. e Outra no canto esquerdo. Grupo de Free Walking Tour aglomerado na esquerda próxima a escadaria que dá acesso a catedral.

Este estilo de passeio já existe em mais de 200 cidades em quase 100 países ao redor do mundo. Inclusive no Brasil, grupos realizam os passeios em algumas cidades, como por exemplo em: São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Curitiba.

COMO FUNCIONA O FREE WALKING TOUR?

É bem simples! Normalmente, as agências que promovem os passeios possuem um site ou rede social que disponibilizam as informações do tour. Portanto, antes de viajar dá uma procurada se a cidade visitada tem o serviço. Os tours tem um ponto de encontro para o início, normalmente, em alguma praça ou em frente algum ponto turístico famoso da cidade. Você deve chegar um pouco antes do horário e dá seu nome. O(a) guia pode ser que te entregue alguma identificação, como uma pulserinha ou um adesivo. Pronto! Aí é só esperar o horário e sair caminhando conhecendo e prestando atenção no(a) guia.


Ponto de Encontro.

#Pracegover: Foto de placa verde de Encontro (escrito em baixo). No topo 4 setas nos cantos apontando para o meio onde tem o desenho de bonecos representando pessoas.

Normalmente, fora do Brasil, os Free Walking Tours disponibilizam opções em inglês e espanhol. O tempo de passeio varia um pouco, mas normalmente duram de 2h30 a 4h. Alguns lugares oferecem mais de um roteiro. Portanto, dê uma pesquisada na cidade destino para ver o que você gostaria de ver. Vale destacar também, que nem sempre os Walking tours são feitos por profissionais de turismo certificado, muitas vezes são estudantes de turismo ou história, ou simplesmente por pessoas "comuns" que tem interesse pela história local e vem o passeio como oportunidade de negócio.