7 ANIMAIS QUE VOCÊ ENCONTRA PELA AMÉRICA DO SUL

Atualizado: 23 de Set de 2019


Quando viajamos conhecemos lugares, culturas, comidas, costumes, línguas ou expressões idiomáticas e pessoas diferentes. Se ficarmos atentos também conhecemos novas músicas, plantas e espécies de animais em seu habitat natural. A América do Sul tem uma fauna e flora muito diversa. Por isso, vou destacar aqui sete animais que encontrei por aí no mochilão sulamericano.

1 - LHAMAS E ALPACAS

As lhamas e alpacas são animais muito comuns na Cordilheira dos andes. São animais de pelagem longa e de lã. Foram domesticados pelo povo inca e são utilizados até no transporte de carga e na produção de lã, carne e couro. São da família dos camelos. É muito comum encontrar esses animais no norte do Chile, Bolívia e Peru. Inclusive em Machu Picchu. Mas, fique atento apesar de ser um animal considerado "fofinho", elas costumam cuspir, quando se sentem ameaçadas ou irritadas.


#Pracegover: Foto colorida. Em primeiro plano uma Lhama olhando para câmera. Ao fundo ruínas de machu Picchu e montanha.

2 - FLAMINGOS

Os flamingos são aves de bico encurvado, que medem entre 90 e 150 cm. Sua coloração vem da alimentação rica em carotenos, que são pigmentos que eles conseguem através de algas e camarões. Existem várias espécies da ave, sendo que algumas delas como: flamingo chileno, flamingo e flamingo de James vivem na América do Sul. Existem muitos flamingos na região do Atacama e no sul da Bolívia próximo ao Salar de Uyuni. Inclusive existem algumas lagoas cheias de flamingos nessas regiões, como por exemplo a Laguna Colorada e Laguna Chaxa.

#Pracegover: Foto colorida - Laguna Colorada - Lagoa cheia de flamingos, ao fundo pequenos montes e pedaço de céu azul

3 - LOBOS MARINHOS

O lobo marinho sul americano, também chamado de lobo-marinho-escuro, é uma espécie de mamífero aquático típicos do nosso continente e habitam nas costas do Chile, Peru e Argentina e Uruguai. A população total é de cerca de 250.000 animais. Em Paracas no Peru, nas Islas Balestas é possível ver centenas destes animais.

#Pracegover: 4 leões marinhos deitados em uma encosta de pedras. No fundo no canto esquerdo no alto alguns passáros em cima de pedras. Céu azul sem nuvens.

4 - CÃO PERUANO

Cão Pelado Peruano foi oficialmente reconhecido como patrimônio nacional de seu país em 2001. Ainda que não exista um consenso sobre sua origem, presume-se que ele chegou ao continente americano através do Estreito de Bering, durante o povoamento da América. Porém, as evidências arqueológicas indicam que esta raça está no Peru há mais de três mil anos. Sua principal característica é a ausência de pelos, seja parcial ou total.

Esta particularidade se deve ao fato do pelado peruano ter a síndrome da hipoplasia ectodérmica, que causa calvície. Esta mesma condição faz com que lhe falte os pré-molares e que ele possa vir a perder os dentes ainda em idade precoce. São cães muito carinhosos e apegados ao seu dono. Bastante enérgicos e considerados bons cães de guarda. Este simpático cão da foto encontrei nas Piramides de Tucume, em Chiclayo ao norte do Peru.

#Pracegover: Foto de um cão pelado peruano deitado na sombra de uma árvore.


5 - IGUANAS - GUAYAQUIL

As iguanas são uma espécie de réptil comuns nas regiões tropicais da América Central, América do Sul e Caribe. As iguanas vivem em árvores, podendo atingir até 180 cm de comprimento. Em Guayaquil no Equador existe uma praça lotada desses animais, a Plaza Bolivar. Agora imagine a praça da sua cidade ao invés de pombas, cheia de iguanas.

#Pracegover: Foto colorida. 2 iguanas uma de frente para outra em uma gramado.

6 - EMAS

A Ema é uma espécie de "avestruz sulamericano". A ave é típica da região do Centro Oeste do Brasil. Apesar de possuir grandes asas, a ema não voa. Encontrei algumas emas no Pantanal.

#Pracegover: Foto colorida. Emas andando em bando em uma trilha de terra, do lado vegetação verde.

7 - TUIUIÚ

Tuiuiú é conhecido como a ave símbolo do Pantanal. A plumagem do corpo é branca e a das pernas é preta. A ave chega a ter 1,4 metros de comprimento e sua envergadura (a distância entre as pontas das asas abertas) chega a quase três metros. O tuiuiú é realmente imponente, até parece que o mundo se cala e para, a fim de admirar o esplendor do bater de asas e o planar da ave pantaneira.


#Pracegover: Foto colorida. Na esquerda topo dr algumas árvores. No lado direito um Tuiuiu com asas abertas.

BÔNUS - MAURÍCIO, O MACACO

Esse (foto) é o Maurício, um macaco simpático, brincalhão e até meio folgado que vive nas proximidades de um pequeno acampamento da Reserva Tampobata na região amazônica de Puerto Maldonado (Peru). O Maurício é cuidado por moradores da região e sempre gosta de interagir com os visitantes.

#Pracegover:Foto colorida. Macaco deitado no chão com uma pata nas costas.

A América do Sul tem uma fauna muito vasta, poderia ter colocado muitos outros animais na lista que ficaram de fora da lista (alguns por falta de fotos como os botos em Porto Velho) como: Jacarés, araras, pinguins, e outras aves em geral. O mais importante é lembre-se que esses animais estão em seu habitat natural, por isso RESPEITE o espaço deles. NÃO TENTE TOCAR NELES, não faça nada que deixe o animal acuado, ou irritado.

#natureza #Peru #Brasil #Equador #CentroOeste #Bolívia

CONHEÇA HUARAZ

O PARAÍSO NATURAL PERUANO

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • instagram_PNG11
  • Tumblr Social Icon
  • Spotify Social Icon

REDES SOCIAIS

Foto: Abrindo a Cabeça logo
Foto Leonardo Spagiani Paduan

ABRINDO A CABEÇA

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round

DICAS DE VIAGEM, CULTURA, CURIOSIDADE DE DESTINOS TURÍSTICOS, HISTÓRIAS DE MOCHILÃO E MUITO MAIS