PASSEIO DE BARCO EM PARATY

Atualizado: 28 de Mai de 2019


Paraty é uma cidade charmosa do litoral sul do Rio de Janeiro. Muito importante no período do ciclo do Ouro no Brasil, o município conserva em seu Centro Histórico vários casarões e igrejas do período colonial. Além de uma viagem ao passado, Paraty também proporciona muitas belezas naturais. A Baía de Paraty é cheia de belas ilhas que você pode conhecer fazendo um passeio de barco ou escuna.

#Pracegover: Foto colorida. Baía de Paraty com alguns barcos de pequeno porte na água. Ao fundo pequeno morro com céu azul, sem nuvens.

ANTES DE FECHAR O PASSEIO

São centenas de barcos e escunas de todos os portes e tipos que fazem diariamente os passeios pela Baía de Paraty. Existem opções de barcos privativos, ou escunas com várias pessoas. Existem embarcações com ou sem comida e bebida inclusa. Por isso, antes de fechar o passeio tire todas as suas dúvidas. Faça uma pesquisa de preços também. Como existe uma grande oferta de barqueiros é possível pechinchar e buscar um preço mais acessível. Você poderá encontrar passeios para todos os bolsos de R$ 50 a 100 por pessoa, ou outros mais de luxo bem mais caros. Não se esqueça de perguntar o tempo e o trajeto (ilhas e praias) do percurso do passeio.


O QUE LEVAR?

Depende um pouco do que estará incluso ou não no seu passeio. Porém, algumas coisas são interessantes levar, como por exemplo:

  • Filtro Solar

  • Óculos de Sol

  • Roupa de banho

  • Toalha

  • Chinelo

  • Snorkel e máscara ou óculos de mergulho

  • Água (outras bebidas)

  • Lanche ou alguns snacks

  • Celular ou câmera para fotos

O PASSEIO

Visitei Paraty foi em setembro de 2017, com minha namorada e um casal de amigos. Como estávamos em quatro pessoas fechamos com um barqueiro um passeio privativo para 4h. Se você estiver em grupo pequeno de pessoas, essa é uma boa opção. Por exemplo, no nosso caso, dividindo o valor por 4 pessoas, o passeio tem um valor das escunas que levam muito mais pessoas. Assim, você pode aproveitar as ilhas e as paradas do passeio com maior tranquilidade sem ter dezenas ou até centenas de pessoas no mesmo lugar que o seu barco. Mas, se você gostar de mais agitação, talvez a escuna seja melhor opção pra você.

Caso você opte por um passeio privativo, ou personalizado, pode combinar a quantidade de horas que pretende passar na Baía. Sendo um valor de X reais por hora. Em média os passeios duram por cerca de 4h a 5h. É possível conhecer alguns pontos e mergulhar nas praias. Os barcos saem do Cais da cidade. O passeio é bem tranquilo, o mar na Baía de Paraty não é agitado. Logo, dificilmente você se sentirá mareado(a). A navegação costuma ser bem tranquila. Então, não se preocupe e só aprecie a paisagem.


#Pracegover: Foto colorida. Frente do barco amarelo. na frente mar. Ao fundo algumas cadeias de montanhas e céu azul.

Os barcos e escunas param em alguns pontos e ilhas para que os turistas possam mergulhar e ficar um pouco nas praias. Em alguns lugares é possível inclusive encontrar tartarugas e peixes. As águas das praias são claras e bem calmas. Espaço legal para nadar, praticar stand up, ou andar de canoa. Algumas embarcações disponibilizam este tipo de equipamento.


Em algumas ilhas existem pequenas trilhas para explorar. Porém, é aconselhável fazer apenas com guias. Uma das trilhas mais conhecidas é na Praia do Engenho, no meio da mata, encontram-se as ruínas de um roda d'água de um antigo engenho de cana.


#Pracegover: Foto colorida de uma ruína de roda d'água de engenho de açúcar no meio da mata. com vegetação em volta.

Na nosso tour, tivemos um imprevisto e o barco ficou "encalhado" próximo a uma das ilhas da Baía. Enquanto esperávamos o conserto/resgaste, recebemos a companhia de uma ave local que ficou voando ao nosso redor, até que pousou na água próximo ao barco.


#Pracegover: Foto colorida. No canto esquerdo uma ave de penugem em tons de marrom escuro parada na água.

No final do passeio, mesmo que se estiver cansado(a) não deixe de apreciar a chegada no porto de Paraty. A pequena cidade vai aparecendo aos poucos. Começa apenas com o topo das igrejas até começar a ver as casinhas coloniais. Enquanto o barco se aproxima de terra firme, não dá para não se encantar e pensar que bela vista tinham os portugueses que atracavam ali na Baía de Paraty para levar ouro brasileiro. Eles levaram muitas das nossas riquezas, mas, a beleza natural e o encanto da charmosa Paraty permanece lá, intacta e assim espero que permaneça por muito tempo.

#Pracegover: Foto colorida. Em primeiro plano mar. Atrás na margem alguns carros estacionados na frente de uma Igreja (branca). Algumas árvores ao redor da igreja. Ao fundo céu azul sem nuvens.

ACESSIBILIDADE

Paraty em si é uma cidade que apresenta grandes obstáculos para pessoas com deficiência, em especial aquelas com mobilidade reduzida. O Centro Histórico tem ruas e calçadas de pedras, muito irregulares. Já com relação aos passeios de barco, é difícil afirmar sobre a questão da acessibilidade, tendo em vista que existem embarcações de todos os tipos e tamanhos. A melhor maneira seria pesquisar com agências locais, empresas e os próprios barqueiros para saber sobre a acessibilidade de cada embarcação. Alguns prestadores deste serviço tem páginas em redes sociais e sites na internet.

#RiodeJaneiro #Sudeste #Brasil #natureza

CONHEÇA HUARAZ

O PARAÍSO NATURAL PERUANO

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • instagram_PNG11
  • Tumblr Social Icon
  • Spotify Social Icon

REDES SOCIAIS

Foto: Abrindo a Cabeça logo
Foto Leonardo Spagiani Paduan

ABRINDO A CABEÇA

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round

DICAS DE VIAGEM, CULTURA, CURIOSIDADE DE DESTINOS TURÍSTICOS, HISTÓRIAS DE MOCHILÃO E MUITO MAIS