AS CATARATAS DO IGUAÇU - O LADO BRASILEIRO


As Cataratas do Iguaçu estão no topo da Bucket list de várias pessoas, devido a sua magnitude e beleza natural. As Cataratas exuberantes foram escolhidas como uma das Sete Maravilhas Naturais do mundo. Milhões de turistas de todo o mundo visitam o Parque Nacional do Iguaçu durante o ano inteiro. É muito comum encontrar por Foz do Iguaçu pessoas de todas as partes do mundo. As Cataratas são formadas pelas águas do rio Iguaçú, que significa água grande em tupi-guarani (Y -“água“, “rio“ e guasu ou guaçu -“grande“), percorre, no sentido leste-oeste, 1320 km até sua foz, na cidade de Foz do Iguaçu, fazendo fronteira com o Paraguai e Argentina. A origem das Cataratas data de cerca de 150 milhões de anos atrás. A vazão média anual do rio Iguaçu, na área das Cataratas do Iguaçu é de 1.413m/s, porém, apresenta no mês de maior caudal, em outubro, um volume d'água em torno de 2.506m/s, em abril, o mês de menor caudal, 1.326 m/s.


#PracegoVer: Foto panorâmica das Cataratas do Iguaçu com um arco íris

LENDA INDÍGENA

Conta-se que os índios Caigangues, habitantes das margens do Rio Iguaçu, acreditavam que o mundo era governado por M'Boy, um deus que tinha a forma de serpente e era filho de Tupã. Diz a lenda indígena que o Mboy, planejava se casar com uma bela índia chamada Naipi. Para o azar do deus, no dia do casamento Naipi fugiu com seu amado Tarobá, um jovem guerreiro, em uma canoa. Com raiva, o deus penetrou as entranhas da terra e, retorcendo o seu corpo, produziu uma enorme fenda, onde se formou a gigantesca catarata. Naipi foi transformada em uma das rochas centrais das cataratas, perpetuamente fustigada pelas águas revoltas. Tarobá foi convertido em uma palmeira situada à beira de um abismo, inclinada sobre a garganta do rio. Debaixo dessa palmeira acha-se a entrada de uma gruta sob a Garganta do Diabo (principal queda das Cataratas).

O PARQUE NACIONAL

O Parque Nacional do Iguaçu foi criado, em 1939, por Getúlio Vargas. Ao todo o local possui 185 mil hectares, sendo hoje a maior área do Brasil destinada à preservação da mata atlântica. As cataratas compreende 275 saltos, entretanto, o número das quedas é variável de 150 a 300, dependendo da vazão do rio. As quedas d’água chegam até 80 metros de altura. Parque Nacional do Iguaçu, recebeu em 1.986, da UNESCO o título de Patrimônio Natural da Humanidade. O Parque Nacional do Iguaçu é a maior reserva de floresta pluvial subtropical do mundo. O PASSEIO:

O tour começa no Centro de Recepção de Visitantes no Parque Nacional do Iguaçu. Em seguida, os turistas embarcam em um moderno ônibus panorâmico, e começa a visitação ao Parque. Os visitantes tem algumas opções de parada em algumas trilhas.

TRILHA DO POÇO PRETO

Ecoaventura, trilha de 9km que pode ser percorrida a pé, de bicicleta ou carretinha apreciando a fauna e flora do Parque. Nesta trilha, o visitante irá fazer o caminho que os índios da região usavam para contornar as Cataratas do Iguaçu. A trilha é realizada com guias bilíngues que falam sobre a fauna e flora do Parque Nacional do Iguaçu. Durante a trilha existe a opção de passeio de ducks e snorkeling, para observar a vegetação aquática.

MACUCO SAFARI

São 3 etapas. A primeira é uma Trilha percorrida em carreta puxada por carro elétrico, que permite uma visão geral de todo o cenário. Durante o percurso pela selva, guias explicam sobre a fauna e da flora do Parque. A segunda etapa, um trecho de 600 metros , percorrido a pé pelas trilhas que conduzem a cachoeira batizada de Salto Macuco. No caminho podem ser observadas orquídeas, palmitos, bromélias, árvores centenárias, além dos animais silvestres, que de vez em quando atravessam a trilha. O terceiro é o passeio de barco que culima no banho nas cataratas. O piloto aproxima a embarcação para proporcionar um rápido e divertido banho, onde todos saem encharcados


#PracegoVer Foto. Na frente motores de barco no Rio Iguaçu ao fundo cataratas

TRILHA DAS CATARATAS

O terceiro ponto de parada do ônibus é na trilha das cataratas. É uma caminhada moderada ao logo de 1.200 metros de extensão, a trilha oferece uma visão panorâmica do conjunto de quedas d'água que formam as Cataratas do Iguaçú. No percurso, existem mirantes de contemplação que permitem uma visão mais próxima de alguns saltos. Durante o passeio, é possível observar algumas espécies de animais, principalmente quatis. Ao final da trilha, acesso à garganta do Diabo, a mais deslumbrante das quedas, com aproximadamente 90 metros de altura.


#Pracegover Foto de um dos mirantes das Cataratas do Iguaçu. Ao fundo várias quedas e vegetação da Mata Atlântica

Existem outras opções de passeios como trilha das bananeiras, passeio de catamarã e voo panoramico de Helicoptero. O Parque Nacional do Iguaçu tem uma ótima infra-estrutura com estacionamento e central de atendimento ao turista, além de restaurante e até mesmo um hotel. O horário de funcionamento é das 9h às 17h, diariamente. O ingresso para o Parque para brasileiros custa R$ 37,00 adultos e R$ 10,00 para crianças e idosos. É possível comprar seu ingresso online pelo site: http://www.cataratasdoiguacu.com.br/ Para aproveitar a visitação, algumas recomendações: levar e beber muita água para hidratar-se; usar protetor protetor solar; a fim de evitar os insetos, passe frequentemente repelente; utilize capas de chuva. Nas Cataratas há constantemente uma leve garoa; use roupas e calçados apropriados para a caminhada.

#TBT - Carnaval em Foz, o "Desfile das Águas"

O carnaval de 2015 se aproximava e minha vontade de viajar só aumentava. Assim,eu e minha namorada decidimos conhecer Foz do Iguaçu. Fizemos a viagem de carro, cerca de 8h30 de viagem. A princípio ficamos com medo de pegar um clima ruim, já que estava chovendo na estrada e no primeiro dia em Foz. Porém, no segundo dia abriu o sol. Assim, logo cedo já fomos direto para o Parque Nacional do Iguaçu. Chegamos bem cedo, deixamos o carro no estacionamento e fomos para a bilheteria que estava abrindo. Fomos os primeiros a comprar o ingresso para o Parque e consequentemente pegamos o primeiro ônibus para as cataratas. Decidimos que iriamos primeiro fazer a trilha das cataratas e depois ir para o Macuco Safari.


#Pracegover: Foto homem de costas em um dos mirantes, observando as cataratas ao fundo

Logo que descemos do ônibus e vimos as primeiras quedas já ficamos impressionados com a beleza do lugar. O show das águas cortando a Mata era de encher os olhos. A cada novo passo na trilha um suspiro com a magnitude e beleza do lugar. Em cada mirante uma nova foto, um vídeo e um tempo para admirar o espetáculo da natureza. Até que chegamos na Garganta do Diabo. Ficamos sem palavras, emudecemos e nos curvamos diante da beleza das quedas.

É um espetáculo incomparável, o barulho, a grandeza e imponência da quedas é mágico. Uma obra prima de arte da natureza em movimento. Para contemplar fomos brindado com um arco-íris para deixar a paisagem ainda mais incrível. Ficar ali parado na plataforma no meio do rio e de frente com aquele paredão de água caindo é um daqueles momentos que lembramos da nossa pequenez.

Depois de fotos e vídeos, resolvemos pegar o ônibus de retorno e parar no macuco-safari. Enquanto esperavamos, vários quatis passeavam ao nosso redor, arrancando vários "owwwn" de todos que estavam ali no ponto. Assim que chegamos no Macuco Safari. Começamos nossa aventura. Durante todo o caminho no carrinho elétrico os instrutores falavam sobre o Parquem, a região, a mata e algumas espécies raras de plantas e árvores. Depois, iniciamos a caminhada, a qual no início o guia disse que poderíamos topar com Onças e cobras. É, no momento deu aquela acelerada no coração. Mas, o caminho é bem tranquilo e nenhum animal perigoso cruzou nosso caminho.


#Pracegover: Foto quati ao lado da grade no ponto de ônibus

Chegamos no barco e já fomos direto pra fila, que estava crescendo. Pegamos o barco, recebemos a instruções de segurança e início o passeio. Sentamos na última fileira, onde dá mais emoção e creio eu que são os que mais se molham. Uma dica, não levamos protetores para os celulares, o que nos deixou um pouco preocupados para fotos e gravações e até mesmo pra sobreviver ao banho das cataratas. Ou seja, leve aquelas capas para ter uma preocupação a menos e apreciar mais o passeio. Logo no começo subindo o Rio Iguaçu já dá uma emoção gigantesca, a correnteza do rio é muito forte e o barqueiro faz algumas manobras pra deixar o passeio mais emocionante.


#Pracegover: Foto homem na direita com colete salva vidas e mulher na esquerda também com colete salva vidas.

Ao chegar próximo das cataratas é feito uma pausa e algumas explicações. É incrível e indescritível explicar tudo que sentimos naquele momento. Estávamos a poucos metros e a poucos segundos de tomar um verdadeiro banho nas cataratas. Uma experiência única e que com certeza vale muito a pena. Por mais que eu contasse cada detalhe, ou tivesse todas as fotos e vídeos postados aqui não representaria nem 10% da sensação de sentir às águas das cataratas tocando a pele, molhando a roupa e banhando a alma. É um banho que limpa sua mente e alimenta seu espírito. É como um batismo da natureza para o viajante, com um toque de emoção.

Depois disso, voltamos para a entrada do Parque, cansados, com fome. Porém, satisfeitos com o corpo e alma lavada. Ficamos cerca de 5h ho Parque, depois visitamos o Parque das Aves que é bem ali do lado. Uma DICA você pode deixar seu carro no estacionamento do Parque de Iguaçu e ir a pé pro Parque das Aves, pra economizar um ticket de estacionamento. Foz é um cidade incrível e tem muitas atividades e lugares bacanas pra conhecer, assim como seus vizinhos Puerto Iguazu e Ciudad del este. Mas, isso eu conto em outro post.

#Brasil #Paraná #Sul #natureza

CONHEÇA HUARAZ

O PARAÍSO NATURAL PERUANO

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • instagram_PNG11
  • Tumblr Social Icon
  • Spotify Social Icon

REDES SOCIAIS

Foto: Abrindo a Cabeça logo
Foto Leonardo Spagiani Paduan

ABRINDO A CABEÇA

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round

DICAS DE VIAGEM, CULTURA, CURIOSIDADE DE DESTINOS TURÍSTICOS, HISTÓRIAS DE MOCHILÃO E MUITO MAIS